Dia do Meio Ambiente com Ecologia do Ser

??????????

Ecologia do Ser busca trazer mais equilíbrio para o indivíduo, as relações e a natureza

O Parque da Cidade recebeu na manhã do Dia do Meio Ambiente (05 de junho), o evento Ecologia do Ser – Yoga e caminhada e consciente. Idealizado pelo Instituto Ad Lumen e Bionathus, a iniciativa reuniu quase 100 pessoas para refletir a respeito da importância do equilíbrio entre o meio interno e externo para a construção de um mundo melhor.

A ideia surgiu do conceito de ‘ecologia do mundo interior’, destacada por Sim Soon Hock, fundador do Instituto Ad Lumen, em palestras e conversas sobre educação ética. Segundo ele, se cada um de nós puder assumir responsabilidade perante a nossa própria vida, estaremos contribuindo de forma exponencial para o mundo. “Primeiro, precisamos aprender a amar a nós mesmos, ter sabedoria para enxergar com clareza quem somos e coragem para promover as mudanças necessárias dentro de nós, assumindo nosso papel no mundo.”

Thiago Castillo Salin, professor de Yoga e também um dos idealizadores do projeto, lembra que a Ecologia do Ser passa por três tipos de relação: primeiro; aquela que o indivíduo trava com ele mesmo, internamente; depois, a relação que estabelece com o outro (relações interpessoais); e por último, a do indivíduo com o meio.

Segundo Lilian Saturnino Tvardovskas, do Instituto Ad Lumen, estamos vivendo um momento de transição, de mudança, que requer a expansão do nosso foco: da cabeça para o coração. “Acredito que ao mesmo tempo em que mudanças rápidas e velozes estão acontecendo na sociedade, há uma busca de reconexão com a nossa própria natureza interior.”

058

O evento buscou reunir três conceitos principais: Ecologia, Yoga e Natureza Humana. A palavra ecologia surge do prefixo eco, que quer dizer a casa toda ou lugar para viver. “Ou seja, para cuidar da nossa grande casa como humanidade, cada um de nós precisa assumir responsabilidade de organizar a sua própria casa, internamente.”, destaca Vanessa Peres, também membro do Instituto Ad Lumen.  Já o conceito de Natureza Humana pode ser compreendido como o caráter pleno e perfeito do ser humano, no qual se manifestam virtudes como o amor, o respeito, a sinceridade, a justiça e a sabedoria.

A iniciativa contou com o apoio de diversas pessoas e empresas. Entre elas estão a Livy – Nutrição Natural, Eventt – Indoor Marketing TV, Conexão Malhas e Desenvolvimento, Mundo Verde, Sobam e Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente da Prefeitura de Jundiaí.

 Marcelo Pilon, diretor da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente esteve presente e disse que iniciativas como esta são muito importantes para a população e também para os servidores públicos. “É a primeira vez que pratico yoga e me senti muito bem, estava precisando de um momento para recarregar as energias depois de uma semana intensa de trabalho!” Para José Ricardo Tenório Barbosa, da Eventt Indoor TV, são poucos os eventos com essa proposta, que pensam tanto no indivíduo quanto no mundo. “O benefício de um evento como o Ecologia do Ser é começar a plantar a sementinha da conscientização sobre o impacto que causamos para o todo com os nossos pensamentos e ações!”

ecologiadoser

Marcelo Pilon, diretor da Secretaria do Meio Ambiente, afirma que iniciativas como o Ecologia do Ser são muito importantes para a população

Todos os participantes foram convidados a tirar fotos em meio à natureza com a hashtag #ecologiadoser. Nesta semana, todas as fotos serão publicadas no site www.ecologiadoser.com e na página www.facebook.com/ecologiadoser


IMG_9828

 

Share Button

Ecologia do Ser: Yoga e caminhada consciente

Logo ecologia do ser

Evento no Dia do Meio Ambiente tem o intuito de promover a cultura da Paz

No domingo, dia 05 de junho, das 9h às 13h, o Parque da Cidade em Jundiaí irá receber um evento especial

Idealizado pelo Instituto Ad Lumen e Bionathus, o Ecologia do Ser: Yoga e Caminhada consciente tem o propósito de reunir as pessoas para refletir a respeito da importância da ecologia em suas vidas e sobre a necessidade de nos reconectarmos com a natureza para a construção de um mundo melhor. A ideia surgiu do conceito de ‘ecologia do mundo interior´, destacada por Sim Soon Hock, fundador do Instituto Ad Lumen, em palestras e conversas sobre educação ética. Segundo ele, se cada um de nós puder assumir responsabilidade perante a nossa própria vida, estaremos contribuindo de forma exponencial para o mundo. “Primeiro, precisamos aprender a amar a nós mesmos, ter sabedoria para enxergar com clareza quem somos e coragem para promover as mudanças necessárias dentro de nós, assumindo nosso papel no mundo.” Thiago Castillo Salin, professor de Yoga e também um dos idealizadores do projeto, lembra que a Ecologia do Ser passa por três tipos de relação: primeiro; aquela que o indivíduo trava com ele mesmo, internamente; depois, a relação que estabelece com o outro (relações interpessoais); e por último, a do indivíduo com o meio. “Pensando nisso, elaboramos uma proposta para uma manhã agradável com práticas de yoga e caminhada consciente, proporcionando momentos de reflexões e aprendizagens em meio à natureza”, explica.

Conceitos

O evento busca reunir três conceitos principais: Ecologia, Yoga e Natureza Humana. O termo ecologia pode ser definida como o estudodas relações entre os seres vivos e o meio ambiente em que vivem, bem como as suas influências. O termo Yoga vem da raiz sânscrita Yuj que significa vincular, unir, juntar. É a união entre corpo, emoções, mente e alma. Já o conceito de Natureza Humana pode ser compreendido como o caráter pleno e perfeito do ser humano, no qual se manifestam virtudes como o amor, o respeito, a sinceridade, a justiça e a sabedoria. A palavra ecologia surge do prefixo eco, que tem origem na palavra grega oikos, que quer dizer a casa toda ou lugar para viver. Hoje o termo também diz respeito ao bem-estar das nossas comunidades globais e ecossistemas planetários. “Ou seja, para cuidar da nossa grande casa como humanidade, cada um de nós precisa assumir responsabilidade de organizar a sua própria casa, internamente.”, destaca Vanessa Peres, do Instituto Ad Lumen. Segundo os organizadores, estamos vivendo um momento de transição, de mudança, que requer a expansão do nosso foco: da cabeça para o coração. É uma transição de uma conscientização egossistêmica, que só se importa com o próprio bem estar para uma conscientização ecossistêmica, que leva em consideração o bem estar de todos, inclusive o próprio bem estar. Uma camiseta em poliamida foi elaborada especialmente para o evento. Quem desejar apoiar a ideia pode entrar no site www.ecologiadoser.com e preencher o formulário de solicitação da sua. “Isso possibilitará que eventos como este, que beneficiem o indivíduo, a família e a sociedade possam sempre acontecer de forma sustentável.” No entanto, a compra da camiseta não é um item obrigatório. “O evento é gratuito e direcionado a todas as pessoas que queiram se juntar à iniciativa”, esclarece Vanessa.

Programação:

  • 9h – Abertura do evento
  • 9h30 – Prática corporal de Yoga
  • 11h – Caminhada consciente
  • 11h45 – Vivência “Eu, o outro e o meio”
  • 12h45 – Encerramento e fechamento
  • 13h – Término previsto do evento

Serviço

Ecologia do Ser – Yoga e caminhada consciente

  • Data: 05 de junho de 2016
  • Horário: das 9h às 13h
  • Local: Parque da Cidade (Jardim Japonês), Jundiaí-SP.
  • Dúvidas: contato@adlumen.com.br

As informações sobre o evento estão disponíveis no site: www.ecologiadoser.com. As novidades também serão publicadas nas páginas dos realizadores: www.facebook.com/institutoadlumen e www.facebook.com/bionathusjundiai

Sobre alguns dos professores de Yoga que estarão presentes:

Thiago Yoga Thiago Castillo Salin: Iniciou sua jornada no Yoga ainda no ventre da mMichele Yogaãe, que à época já praticava Hatha Yoga. Com o intuito de servir ao planeta e às pessoas, graduou-se em Biologia, curso que possibilitou uma maior compreensão dos processos relacionados à vida e à natureza. Michele Chow: Graduada em Naturologia, manteve-se sempre atualizada, estudando e aperfeiçoando ferramentas para auxiliar as pessoas que buscam o autoconhecimento, além da prevenção e manutenção da saúde. Hoje ensina Yoga e faz atendimentos individuais.

Share Button

Caminhada da Sabedoria no Parque da Cidade

10259870_818644811516497_5215699370041859505_n

No dia 22 de março comemora-se o Dia Mundial da Água e, por conta disso, Jundiaí recebeu um novo evento em 2015: a Caminhada da Sabedoria, organizada pelo Instituto Ad Lumen no Parque da Cidade. “A ideia surgiu com um grupo de amigos, que viram na data uma oportunidade de refletir sobre o que podemos aprender com a água”, afirma Lilian Saturnino Tvardovskas, uma das organizadoras.

Ao observar a natureza, é possível entender o que podemos aprender com ela. “A maioria das pessoas leva uma vida muito agitada, estamos sempre correndo contra o tempo e, com isso, parece que estamos nos esquecendo da nossa natureza humana, é por isso que precisamos parar e prestar mais atenção nos pequenos detalhes, que parecem insignificantes, mas que são importantes”, completa Vanessa Peres.

A chuva chegou poucos minutos depois do início da caminhada e o pessoal se manteve firme em seu propósito: compartilhar, aprender e se flexibilizar diante das novas situações que a vida nos coloca! Separamos uma grande galeria de fotos, pois foi difícil escolher as que ficaram melhores! ;)

Segundo Lilian, a filosofia oriental costuma fazer analogias entre a natureza e a vida prática. “Quem olha para um rio ou uma cachoeira, por exemplo, vê ali um princípio: a água está sempre indo para baixo, isso nos mostra um dos aspectos positivos da água: ela é humilde”, explica. Além disso, ao colocarmos a água em um copo, ela toma a forma dele, ou seja, a água é flexível e se adapta facilmente.

Características como flexibilidade, adaptabilidade e humildade são inerentes à água. “Quisemos proporcionar uma oportunidade de autorreflexão: afinal, será que no meu dia-a-dia, na relação com as pessoas, dentro de casa e no trabalho, eu consigo ser flexível e ao invés de criar conflitos, ajo como a água e busco encontrar novos caminhos?”, enfatiza Vanessa.

No final da caminhada, os participantes desfrutaram de um momento de confraternização, com um pique-nique e música. ;)

De acordo com os organizadores, cerca de cinquenta pessoas vestiram a ideia do evento, adquirindo uma camiseta personalizada, que foi vendida a preço de custo para a caminhada. “Fizemos as camisetas para inspirar as pessoas, mas ela não foi um item obrigatório para participar! Com ou sem camiseta, o mais importante foi poder estar junto na mesma intenção de aprender e compartilhar.”

 

Share Button